Postagem em destaque

Como fazer consulta gratis no SERASA e Limpar o NOME

Como limpar o  nome do SERASA e SPC Gratis Nome SUJO no SPC : Serasa lança novo canal na internet para consultar nome grátis - Aplicativ...

Como proceder quando um cheque for devolvido idevidamente.

Devolução indevida de cheques pode resultar em ações por danos morais, sem a necessidade do consumidor prejudicado provar o prejuízo que teve.

"A súmula é uma reiteração de muitas decisões da Justiça", explica o diretor de Atendimento da Fundação Procon-SP, Evandro Vuliani. "A súmula não é uma lei, tem efeito próximo a uma, mas, na verdade, ela é uma orientação para os tribunais inferiores ao STJ".

Ou seja, a partir de agora, casos de devolução indevida podem ter um desfecho a favor do consumidor, sem que haja necessidade do processo chegar ao STJ, sendo resolvido nas instâncias inferiores.

Devolução indevida
Como determinou o tribunal, o consumidor não precisará provar o dano moral para que entre com uma ação contra o banco que efetuou o depósito. "Quando você passa no caixa do supermercado e não consegue efetuar a compra porque seu nome está em listas de inadimplência devido a uma devolução indevida de algum cheque, você passa por um constrangimento", exemplifica Vuliani. "A súmula diz que esse dano não precisará ser comprovado para pedir uma indenização".

Vuliani explica que devolução indevida é quando o cheque é depositado antes da data prevista e, por não haver o valor na conta do consumidor, a folha é devolvida. O pré-datado não está previsto em lei, mas é comum na relação entre o varejo e o consumidor. "É um acordo entre as partes e quando o lojista resolve depositar antes da data combinada, ele está rompendo esse acordo que é, de certa forma, uma cláusula contratual".

Nestes casos, porém, quem paga a conta é o banco, porque foi a instituição que depositou a folha. Para as instituições financeiras, o cheque é uma ordem de pagamento à vista e mesmo com as datas determinadas, o banco vai depositar o cheque. Dessa forma, o consumidor pode entrar com ação por danos morais contra o banco, independente de prova do prejuízo que o depósito indevido causou.

No caso do lojista, o consumidor pode entrar com uma ação também, porque um contrato foi rompido.
Para não ter problemas
Para evitar constrangimentos futuros, Vuliani aconselha os consumidores a anotar o valor do cheque e o número da folha em outro documento que não o talão. "Anote o valor, as datas, assim, caso você tenha algum problema, ficará mais fácil entrar com uma ação".
Fonte: IGF finanças

1 Resposta aos "Como proceder quando um cheque for devolvido idevidamente."

  1. O que fazer quando um cheque é devolvido?
    Quais são os motivos para um cheque ser devolvido?
    Como sair do cadastro de cheques sem fundo?
    O que fazer quando o cheque foi protestado?
    Declaração de quitação de débito, como fazer?

    Veja o guia completo aqui:

    http://oquefazer.net/o-que-fazer-quando-um-cheque-e-devolvido

    ResponderExcluir

Obrigado por seus comentários

Faça como as pessoas abaixo participe da nossa página no Facebook, clique em curtir...

.

Notícias da Bahia

Notícias, Humor e Diversão